Sinpro convoca para ação unificada promovida pela CUT-BSB em Ceilândia e Gama

0
0
Estamos em um paradoxo.

A CUT viveu 4 anos de governo de Agnelo e não se manifestou em momento algum em relação ao direito trabalhista nem a qualquer proposta de política pública que pudesse interceder entre o governo e os trabalhadores.
Agora, depois da vergonhosa derrota e da demonstração de incapacidade de gestão, surge querendo manipular os trabalhadores, visando ocupar um espaço há muito inexistente.
O novo governador nada tem a ver com a falta de pagamento aos professores e demais categorias.
É já a hora de se propor uma auditoria pública para se fazer a prestação de contas a fim de esclarecer a opinião pública da real situação em que se encontra o governo atual.
Sou sindicalizada e estarei à frente da minha categoria por melhores condições de trabalho, salários dignos e por politicas que possam valorizar o estudante que é a razão do meu emprego e da sociedade. É justo que nos reunamos em prol dos nossos direitos, mas não me queiram usar como massa de manobra desta CUT que nada fez por nossos direitos durante 4 anos, como se o educador não tivesse capacidade cerebral de distinguir entre o que é política e o que é politicagem.

Por Professora Dra. Lucia Helene Sá
 
img
Informou SinPro DF

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA