Gama conta com a zaga menos vazada para ter sucesso

0
0

Dudu, Gabriel Vidal, Jesiel, Gustavo Henrique, Michel e Pedrão são os nomes das barreiras do técnico Gilson Granzotto

img

A última vez que o Gama esteve na liderança do Campeonato Candango de Futebol foi há cinco anos. Neste ano, porém, tudo parece mudado. Além de voltar à ponta, com 16 pontos, o Periquito ainda ostenta, ao lado do Brasília, a zaga menos vazada do torneio – 3 gols contra.

Dudu, Gabriel Vidal, Jesiel, Gustavo Henrique, Michel e Pedrão são os nomes das barreiras do técnico Gilson Granzotto, que explica o porquê do sucesso. “Fizemos um planejamento eficiente desde a nossa viagem à Europa, no fim do ano passado, e tem dado certo.” O programa ao qual se refere o treinador foi antecipar ao máximo as etapas de treino.

“Apresentamo-nos (para a pré-temporada) antes, começamos a treinar antes, contratamos antes e os nossos zagueiros foram os primeiros a treinar juntos”, esclarece Granzotto.

Além de ter a melhor zaga. o Gama ainda ostenta a artilharia do campeonato. O feito veio dos pés do atacante Thiago Miracema, que acumula cinco gols.

Dudu tem apenas 19 anos e ao lado de Gustavo atuou no último confronto do Gama contra o Ceilandense, na semana passada. O duelo rendeu o empate por 1 x 1, no Bezerrão – foi apenas o terceiro jogo em sete que o alviverde foi vazado pelo adversário.

O jovem zagueiro veio da base do clube e não esperava ser titular logo no primeiro ano no elenco profissional. “Achei que ia ficar no banco, mesmo porque os outros são realmente muito bons. Mas me sinto lisonjeado por me darem essa oportunidade”, comemora Dudu.

Gustavo atuou no Gama em 2013 e no ano passado vestiu a camisa do Oeste (SP). No fim do ano, viajou com a comissão técnica para os amistosos da Europa e permanece até hoje.

“Recebi algumas propostas até para ficar lá (na Europa), mas preferi aceitar a proposta do Gama e voltar à minha cidade”, explica o zagueiro de 23 anos.

Os dois destacam a estrutura do Gama e a comissão técnica como principais fatores para o sucesso até aqui. “Eles fazem tudo isto dar certo. E outro lado a se destacar é a união do grupo”, complementa o brasiliense Gustavo. Em sete rodadas, o Gama nunca foi vazado duas vezes no mesmo jogo.

Fonte: Jornal de Brasília – 26/02/2015 às 07:00:00     Atualização: 25/02/2015 às 23:26:30

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA