CLDF: oposição se organiza para abrir CPI e pedir impeachment de Ibaneis

0
57
CLDF: oposição se organiza para abrir CPI e pedir impeachment de Ibaneis
CLDF: oposição se organiza para abrir CPI e pedir impeachment de Ibaneis

Parlamentares protocolaram dois pedidos de abertura de CPI e dois processos de impedimento depois dos atos de terrorismo em Brasília

Deputados distritais de oposição protocolaram dois pedidos de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os atos terroristas bolsonaristas contra os Três Poderes, nesse domingo (8/1).

Além disso, o Partido Verde (PV) apresentou pedido de impeachment contra o governador afastado Ibaneis Rocha (MDB). Os deputados do PSol Fábio Felix, o Max Maciel vão protocolar um pedido de impedimento nesta tarde, como noticiado . Inicialmente, a deputada Dayse Amarilio (PSB) também iria assinar o requerimento. Mas, segundo os colegas, desistiu.

LEIA TAMBEM

Mais de 400 foragidos de presídios de Presidios no DF, Veja quem são e ajude a prende-los

Os defensores da instalação de uma CPI querem investigação do ataque contra o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), bem como averiguar se houve omissão do Governo do Distrito Federal (GDF).

Um dos pedidos de CPI tem assinatura de Fábio Felix, Max Maciel e Dayse Amarilio.

“A inércia do GDF foi gritante”, afirmou Fábio Felix (PSol). “O GDF recebe bilhões para aplicar em segurança pública. Bilhões. Onde está esse dinheiro? Como que, mesmo assim, permitiram essa barbárie?”, questionou Max Maciel.

“O que vimos foi depreciação do patrimônio público e violência. Os acontecimentos passam longe de serem manifestações políticas”, completou Dayse Amarilio.

Outro pedido de CPI partiu da bancada do PT, formada por Chico Vigilante, Gabriel Magno e Ricardo Vale.

A Transformação de fernanda vasconcellos é surpreendente

“Foi muito grave o que aconteceu no DF. As forças de segurança não agiram da foram correta”, criticou Chico Vigilante. “Queremos apurar todas as responsabilidades sobre esses atos terroristas e apresentar punições a todos os envolvidos”, destacou Gabriel Magno.

Convocação

A oposição planeja, ainda, convocar Ibaneis Rocha extraordinariamente e pedir explicações ao ex-secretário de Segurança Pública Anderson Torres. O então chefe da pasta chegou a dizer que havia tomado providências para evitar os ataques terroristas.

Antes de ser afastado pelo ministro do STF Alexandre de Moraes, Ibaneis pediu desculpas pelo ocorrido e exonerou Torres.

SE VOCÊ É EMPRESARIO, COMERCIANTE OU PRESTADOR DE SERVIÇO CLIQUE AQUI

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA